fevereiro

19

Introdução a Gestão de Riscos: Como Construir um Barco de Isopor


Se o caro leitor deseja criar modelos de miniaturas de navios e outros objetos exatamente iguais aos reais aconselho a entrar no site abaixo e buscar mais informações sobre o assunto.

http://www.geocities.com/themsfx/mini1.htm

Já em nosso artigo estaremos mostrando como construir um navio de isopor de maneira fácil, sem necessitar habilidades apuradas ou recursos mais elaborados e com conteúdo transversal de Administração de Projetos com foco na análise de riscos.

Com esse artigo ainda, pais e responsáveis podem se aproximar dos filhos ensinando organização e informática, e qualquer um pode se divertir um pouco.

Vamos então…

O proposto artigo está baseado nos conceitos de Administração de Projetos utilizando-se da ferramenta do Software de Gerenciamento de Projetos On Line versão gratuita. Ratificando que está mais voltado para que possamos incentivar os jovens a buscarem desde cedo por uma organização necessária para o sucesso pessoal e profissional aliando informática, planejamento e diversão.

No projeto anterior vimos uma introdução ao Gerenciamento de Projetos. Nessa nova etapa estaremos focado no gerenciamento de Riscos de Projetos, conforme definições abaixo.

Risco – evento ou condição incerta que, se ocorrer, terá um efeito positivo ou negativo sobre pelo menos um objectivo do projeto, como tempo, custo, âmbito ou qualidade – PMI, PMBOK Guide 2004, pag. 238;

No projeto atual de construção de um Navio de Isopor estaremos portanto além de praticando todo o seu planejamento e método procuraremos identificar antes de sua abordagem uma identificação dos riscos.

Obviamente entraremos num grau de detalhamento de acordo com a média de idade dos participantes desse projeto. Não adianta levantar custos para crianças de quatro anos de idade. Contudo mesmo com pouca idade, se for o caso, nada impede de adaptar o planejamento do Gerenciador On Line para seguir pelo menos uma contagem de etapas criando mesmo em crianças de quatro anos um senso organizacional.

Seguindo para o início do projeto temos o desenvolvimento em software das principais etapas para desenvolvimento de montagem do “Navio” de isopor. Desde a compra de material até a aprovação final.

PLANEJAMENTO

A elaboração das etapas é justamente o momento onde alimentamos inicialmente o software de Gestão de Projetos On-Line. Nesse momento é planejado todos os processos e levantado o seu tempo de execução. Aprofundando mais, ainda serão definidas as equipes responsáveis por cada etapa e produção de eventos registrados para cada uma.

Em seguida devemos preparar a Gestão de Riscos do projeto tendo como base justamente as principais etapas do projeto.

Pode-se chamar de bem-sucedido um projeto que foi realizado dentro das expectativas de tempo, custo e qualidade, efetivando a satisfação do cliente e dos colaboradores do projeto.

_ E quais os riscos dentro das etapas do projeto que poderiam influenciar negativamente no perfeito desenrolar dos trabalhos ?

Com esse levantamento inicial podemos identificar os pontos críticos para iniciar uma análise de seus riscos e já criar soluções antes mesmo que o aconteçam. Com esse planejamento de risco feito é necessário contudo estar atendo para durante a execução do projeto poder identificar os problemas e colocar em prática exatamente as soluções já criadas.

Por mais que se estudo Gerenciamento de Riscos sua essência será sempre essas poucas palavras. Contudo é uma definição pequena que pode se tornar grandiosa na medida que se prevê os acontecimentos na busca por soluções de cada setor, cada tarefa, cada participante.

Em nosso pequeno projeto a elaboração dos riscos irá depender de fatores muitas vezes particulares de cada um.

DESENVOLVIMENTO

1) Descrição das Atividades:

– Compra do Material;

Placas de isopor grossa e fina, caneta hidrocor, tesoura, aparelho de cortar isopor, cola, durex, palito. Caso não consiga o aparelho de cortar isopor o mesmo pode ser cortado com algum tipo de serrinha, contudo o acabamento não ficará tão bom

– Imprimir os moldes já prontos ou desenhar os moldes;

– Marcar os cortes no isopor e com equipamento fazer os cortes;

– Colar as placas de isopor já cortadas de acordo com instruções para formar o navio;

– Rodear de durex e fixar as placas coladas;

– Colocar o palito no local indicado formando o mastro;

– Colocar a placa de isopor correspondente a “vela” enfiando o molde no palito que forma o mastro;

– Fazer o acabamento, pintura e detalhes extras por conta de cada um;

2) Identificação dos Riscos

Com as atividades registradas podemos especular os possíveis riscos que as mesmas poderiam causar. Tais atividades podem exercer riscos de diversas formas.

Sendo assim nesse momento cada equipe poderia fazer sua relação de riscos do projeto como abaixo:

– Na Compra do Material: falta de produtos, orçamento acima do capital disponível, qualidade do material;

– Na impressão: Falha no equipamento;

– Nos cortes: Acidente de trabalho no manuseio de materiais cortantes como a tesoura; Pó de isopor entrar dentro da vista; Cortes errados atrasando o projeto;

– Na colocação do palito: Acidente com manuseio do palito, quebra do palito, colocação indevida do palito afetando a montagem;

– No acabamento: Pinturas indevidas;

3) Análise quantitativa e qualitativa dos Riscos

Verificar a quantidade dos riscos do projeto, analisar quais são os maiores riscos detectados. Nesse momento podemos interagir com os riscos detectados solicitando opinião de cada participante incentivando o trabalho em equipe.

4) Planejamento de Respostas dos Riscos

– Somar na compra do material o equipamento de segurança como luvas e óculos de proteção;

– Somar na compra de material cartucho de tinta reserva para impressora;

– Comprar uma placa de isopor a mais para ficar como reserva técnica perante erros de cortes;

– Ter presente kit de primeiro socorros (curativo, água oxigenada, bandaid, etc.)

 

MONTAGEM

Seguindo o planejado, o primeiro protótipo ficou da maneira abaixo, cortado de forma manual sem mais cuidados.

 

Para melhorar o modelo devemos ter um equipamento de cortar isopor elétrico.  Mais ai já envolve novos estudos de orçamento, riscos e controle de qualidade…

Lembramos ainda de incentivar a produção do relatório final do projeto. Boa diversão.

Abaixo deixo um link com moldes das camadas a serem cortadas e coladas.

http://www.4shared.com/office/FXZMgSsp/navio.html

 

Artigos Relacionadas:

Related Posts with Thumbnails

Use Facebook to Comment on this Post

RSS Feed

No comments yet.

Leave a comment

« | »

A Arte da Guerra - Sun Tzu Abertura de Empresa Buscar Emprego via Internet Combatendo Vírus na Rede Como configurar acesso a câmeras via internet Como criar um blog profissional com renda Como Evitar vírus de e-mail e cliques Como Pesquisar no Google e Achar Tudo Compartilhar internet móvel 3G Configurar Roteador com Internet Contabilidade Pública Eliminando vírus da rede II Eliminando vírus remotamente Escolher a melhor placa mãe Formatação Limpa Ganhando Dinheiro e Emprego na Internet Gerenciamento de Risco de Perícia Contábil Gerenciamento do Projeto de Aeromodelo de Isopor Gerenciamento e Controle de Projetos Implantação da Nota Fiscal Eletrônica Jogo Stock em delphi - download exe e fonte Lucro Presumido ou Lucro Real ? Manutenção em computadores via internet Maximizando pesquisas na Internet Melhor Ferramenta de Boot Monografia Montando Computador para Estação de Câmera de Segurança Montando um Aeromodelo de Isopor My Playlist para violão My Programlist - Softwares básicos para instalar computador formatado Notebook Lento Placa mãe Asus P5N Preparando soft de câmera Programas free de Backup Qual a melhor Opçao: Lucro Real ou Presumido. Recuperando sistema atacado por vírus Rediscagem e conexão automática de internet móvel Reparar o Skype corrompido e o perdão Resumo dos Tipos Societários Segredo da boa seleção de gerentes Segurança da Informação Soft gratuitos de projeto Virus na rede Vírus Vampiro sugando internet Windows Mobile - Melhores programas free e guia